Partilhe esta página:

lxciac-pattern-Square
lxciac-pattern-Round L
lxciac-pattern-Waves
Exposição
Museu de Lisboa

Do Carnaval à Luta Livre

Máscaras e devoções mexicanas

De 8 de Julho a 1 de Outubro - inaugura dia 8, às 17h00
Canadá, México

Cinco séculos depois os descendentes dos Astecas, dos Maias e dos Purepecha, assim como de outras antigas civilizações mexicanas, continuam a praticar rituais, danças e peregrinações a lugares sagrados para renovar a relação com o divino, deuses, espíritos e santos.

As Máscaras que preparam para essas cerimónias e outras ocasiões representam europeus, árabes, africanos e os seus antepassados ancestrais, mas também animais, seres fantásticos e personagens históricos, relevando assim de que modo estas comunidades lêem a sua História e percebem o mundo que as rodeia. Paralelamente, os missionários europeus dos séculos XV e XVI, cosmólogos, cronistas e, mais recentemente os escritores e viajantes do século XX, criaram um registo exaustivo que contém desenhos, ilustrações, fotografias e descrições dos povos, deuses e animais que lhes foram sendo descritos no Novo Mundo.

Do Carnaval à Luta Livre: Máscaras e devoções mexicanas reúne cerca de 300 peças entre máscaras, livros e ilustrações que demonstram a riquíssima imaginação de europeus e mexicanos, de povos indígenas, numa tentativa contínua de dar sentido ao confronto entre dois mundos.

Esta exposição centra-se nos últimos 500 anos de História e de imagens construídas em paralelo: as imagens dos povos indígenas em relação aos europeus, árabes e africanos, animais e seres fantásticos , e as imagens que estes habitantes das Américas e o mundo que habitam sugerem e sugeriram aos europeus.

Curadoria Anthony Shelton (Canadá)